CM Mangualde

Mangualde promoveu a Conferência “Mulheres, Igualdade e Territórios”


O Município de Mangualde acolheu ontem, dia 21 de junho, a conferência “Mulheres, Igualdade e Territórios”. A iniciativa, que teve lugar no auditório da Câmara Municipal, promovida pela autarquia de Mangualde, visou a territorialização da Igualdade de Género e, ainda, recordar a feminista mangualdense Ana de Castro Osório. Dinamizada por Manuela Tavares, cofundadora e dirigente da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, esta conferência contou com a presença de Marco Almeida, Presidente da Câmara, de Maria José Coelho, Vereadora da Ação Social, bem como de representantes da UMAR Viseu.

As mulheres são as grandes resistentes à desertificação das aldeias e nos centros urbanos do interior, elas podem ter um papel fundamental, começando pela sua participação nas autarquias locais. Para além das desigualdades que atingem as mulheres em geral, as que estão ligadas à agricultura e ao meio rural sofrem ainda de maior invisibilidade, isolamento, conservadorismo, machismo, violência doméstica, falta de reconhecimento profissional.

A Territorialização da Igualdade de Género como método de intervenção materializou-se nesta conferência, onde durante a segunda parte da mesma foi evocada a memória e história de vida da feminista Ana de Castro Osório, nascida em Mangualde, a 18 de junho de 1872.

A escritora, ativista e pedagoga Ana de Castro Osório publicou, em 1905, “Às Mulheres Portuguesas”, o primeiro manifesto feminista português.  Foi uma das fundadoras do Grupo Português de Estudos Feministas, da Liga Republicana das Mulheres Portuguesas, da Associação de Propaganda Feminista, a primeira organização sufragista portuguesa, que, por iniciativa da escritora, integrou a International Women Suffrage Alliance. É considerada a criadora da literatura infantil em Portugal, tendo realizado uma extensa e intensiva recolha dos contos da tradição oral do país, e publicado inúmeros volumes de histórias para crianças.

Esta iniciativa demonstra que o Município de Mangualde continua, uma vez mais, empenhado em alertar para a importância da igualdade de género.

 





Mais Notícias

  • 15 Dezembro, 2023

    Dezasseis alunos do 10.º ano recebem p - Ler mais

  • 13 Dezembro, 2023

    População de Vila Nova de Espinho hom - Ler mais

  • 12 Dezembro, 2023

    72.500 árvores já começaram a ser pl - Ler mais

  • 7 Dezembro, 2023

    Natal de Mangualde recheado com concert - Ler mais

  • 5 Dezembro, 2023

    Cerimónia militar de entrega da Bandei - Ler mais

  • 5 Dezembro, 2023

    Orçamento de 32 milhões de euros apro - Ler mais

  • 30 Novembro, 2023

    Mangualde volta a lançar campanha para - Ler mais

  • 30 Novembro, 2023

    Mangualde assinala Dia Internacional da - Ler mais

  • 29 Novembro, 2023

    Arrancaram as obras na casa devoluta qu - Ler mais

  • 22 Novembro, 2023

    Biblioteca assinala 26 anos com perto d - Ler mais

  • 20 Novembro, 2023

    Mangualde promove workshops para assina - Ler mais

  • 17 Novembro, 2023

    Jovens refletiram sobre saúde e bem-es - Ler mais

  • 15 Novembro, 2023

    BUPI de Mangualde já ultrapassou objet - Ler mais

  • 13 Novembro, 2023

    Mangualde associa-se ao exercício “A - Ler mais

  • 7 Novembro, 2023

    Academi@STEM Mangualde ensina alunos a - Ler mais