CM Mangualde

Alcafache


 

História

 
Nome de origem árabe, Alcafache, segundo registos que remontam ao século XIII, terá evoluído de Carafáche e depois de Alcaafáchi. A freguesia, que já foi concelho, recebendo foral de D. Manuel em 1514, consagrando-a à Ordem de Malta, é constituída pelos lugares de Casal Mendo, Casal Sandinho, Aldeia de Carvalho, Tibaldinho, Mosteirinho e Banho (termas).

O maior ex-libris desta região é provavelmente as Termas. Apesar dos balneários se situarem num outro concelho, o de Viseu, Alcafache acolhe na quase totalidade as instalações hoteleiras ao dispor dos termalistas que, entre abril e novembro, demandam estas águas sulfurosas, especialmente indicadas para o tratamento de reumatismo e outras doenças músculo-esqueléticas e também doenças do foro respiratório, como rinites e sinusites. Esta presença, enquanto termas, é tão antiga que se conhecem ruínas de uma antiga albergaria do século XV, mandada construir por um cónego da Sé de Viseu, para justamente acolher os pobres necessitados de tratamento.

Para além da ponte magnífica que une as duas margens do Dão, junto às termas, Alcafache guarda um troço de uma via romana e um conjunto de património edificado assinalável.

Em termos culturais, destaque para os centenários bordados de Tibaldinho, que continuam a fazer-se e a ser procurados, e para a também centenária Banda Filarmónica de Tibaldinho.

Ainda nesta povoação encontra-se a sede do Centro Cultural, Social e Desportivo de Tibaldinho, agrupamento resultante da Associação Cultural de Tibaldinho e do Grupo Coral de Alcafache, que se uniram, e do qual faz parte do grupo liturgia “Jovens Cristãos”.

População: 980 habitantes;

Heráldica

 

Brasão

 

brasao_alcafacheEscudo de verde, cruz da Ordem de Malta, lira de ouro e fonte de prata jorrando água de prata e azul, tudo bem ordenado. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro: «ALCAFACHE».

 
 

Bandeira

 

bandeira_alcafacheEsquartelada de amarelo e azul. Cordão e borlas de ouro e azul. Haste e lança de ouro.

 
 
 
 

Selo

 

selo_alcafacheNos termos da Lei, com a legenda: «Junta de Freguesia de Alcafache – Mangualde».

 
 

Caracterização da Freguesia

 

Atividades Económicas:

Indústria
Agricultura
Hotelaria

Festas e Romarias:

Santa Bárbara (4 de dezembro)
Nossa Senhora da Piedade (1ª quinzena de setembro)
São Frutuoso (Domingo seguinte ao de Pascoela)
Santa Cruz (3 de maio ou domingo seguinte)
Nossa Senhora dos Prazeres (Domingo de Pascoela)
São Lourenço (10 de agosto)
São Vicente (22 de janeiro)

Património:

Capela de Nossa Senhora dos Prazeres
Igreja Paroquial
Cruzeiro da Aldeia de Carvalho
Ponte de Alcafache

Capelas:

Nossa Senhora da Conceição
Nossa Senhora da Piedade
São Frutuoso
São Lourenço
São Silvestre
Santa Cruz

Outros Locais:

Termas de Alcafache
Solar da Quinta de Santa Eufémia

Artesanato:

Tapetes de Arraiolos
Bordados de Tibaldinho

Coletividades:

Centro Cultural, Social e Desportiva de Tibaldinho
Sociedade Filarmónica de Tibaldinho
Grupo Coral “Jovens Cristão”
Centro Paroquial de Alcafache
Alcatuna
Irmandade de Nossa Senhora dos Prazeres

Infraestruturas:

1 Campo de Futebol de 11
Posto de Medicamentos
Extensão de Saúde
Termas Sulfurosas de Alcafache
Escola de Música
IPSS – Centro Paroquial de Alcafache

Orago:

S. Vicente

 

Contactos Junta de Freguesia:

Nelson Almeida
Lugar do Peso – Casal Mendo
3530-021 Alcafache