CM Mangualde

O Nosso Património


De forma a dar a conhecer o que belo existe no concelho, e aproximar a população do património mangualdense, a Câmara Municipal de Mangualde promove mensalmente a campanha «Mangualde, o nosso património!». No mês de março o destaque vai para a ‘Casa dos Condes de Mangualde’.

 Casa dos Condes de Mangualde

Construída no século XVIII, sob planta retangular, é na fachada que se concentra todo o ânimo decorativo. As janelas, estendidas ao longo da fachada, têm avental e vergas curvas que as encimam. Pela escadaria exterior acede-se ao portal principal, rematado pelo frontão que, em semicírculo, rompe a linha do telhado. Aí se patenteia o brasão dos Amarais e Saraivas.Foto_Patrimonio_CasaCondesMangualde

A fachada posterior deita sobre o sossegado jardim, onde os labirintos e as formas moldadas por entre o buxo e as plantas ornamentais, junto ao tanque de água, bem ao gosto barroco, convidam a um tranquilo e repousante fim de tarde.

É Fernando de Almeida Cardoso de Albuquerque, 2º conde de Mangualde, que compra este solar, já no século XIX, aos herdeiros de Bento José do Amaral, passando, assim, a ser a residência dos condes de Mangualde. Fernando Albuquerque era filho de Francisco de Almeida Cardoso e Albuquerque, 1º Visconde, em 1889, e 1º Conde de Mangualde, em 1905, natural de Mesquitela, e que fora Presidente da Câmara Municipal de Mangualde e Governador Civil de Viseu.

Atualmente, a casa encontra-se convertida ao turismo de habitação e está classificada como Imóvel de Interesse Municipal, desde 2010.

António Tavares

Gestão e Programação do Património Cultural

 Com esta campanha todos ficam mais próximos do vasto esplendor patrimonial do nosso concelho. Nesse sentido, continua a ser colocada, em vários pontos de encontro do concelho, informação sobre o monumento/património apresentado. O património material e imaterial vai sendo apresentado consoante a categoria com a qual foi classificado: arqueologia, pelourinhos, fontes, palacetes e religiosos, bem como outros bens patrimoniais. Cada categoria será representada por uma cor que a distingue das restantes.

Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos últimos três anos. Deixamos de seguida apenas alguns exemplos. Em maio último destacamos a Igreja de São Silvestre de Pinheiro de Baixo e de Cima e Picota: tecnologia antiga, no mês de junho, os Vestígios de Outrora: Vila Nova de Espinho, em agosto Paredes que falam da História, em setembro o Santo António dos Cabaços. As últimas campanhas contemplaram a Arquitetura modernista em Mangualde, Tribunal de Mangualde e Português Suave. Ao arrancar 2017 o destaque foi para os Refrigerantes Condestável… de Abrunhosa do Mato no mês de janeiro e para os Bordados de Tibaldinho… património das culturas populares, no mês de fevereiro.

=> Casa dos Condes de Mangualde

=> Bordados de Tibaldinho… Património das Culturas Populares

=> 16 de janeiro de 2017 – Refrigerantes Condestável…Abrunhosa do Mato

 

=> 02 de novembro de 2016 – Tribunal de Mangualde…Português Suave

=> 02 de novembro de 2016 – Arquitectura modernista em Mangualde…

=> 01 de agosto de 2016 – Paredes que falam da História…

=> 01 de junho de 2016 – Vestígios de Outrora: Vila Nova de Espinho

=> 15 de maio de 2016 – Picota: Tecnologia Antiga

=> 02 de maio de 2016 – Igreja de São Silvestre de Pinheiro de Baixo e de Cima

=> 15 de abril de 2016 – Igreja de São João da Fresta

=> 04 de janeiro de 2106 – Casa da Quinta de Santo António – Fornos de Maceira Dão

 

=> 01 de dezembro de 2015 – Casa de Lobelhe

=> 01 de novembro de 2015 – Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?

=> 01 de outubro de 2015 – Sepulturas medievais de Moimenta de Maceira Dão

=> 01 de setembro de 2015 – Igreja de Santiago de Cassurrães

=> 01 de junho de 2015 –  Ponta da Barca, ou o que resta dela

=> 03 de maio de 2015 – Capela dos Cabral Pinto – Cassurrães

=> 01 de abril de 2015 – Vila Cova de Tavares…1663

=> 02 de março de 2015 – Penedo da Cruz – Póvoa de Cervães

=> 02 de fevereiro de 2015 – Fontenário dos Seabra Beltrões – Cassurrães

=> 15 de janeiro de 2015 – Igreja de São Tomé de Cunha Baixa

 

=> 15 de dezembro de 2014 – Casa de Quintela

=> 01 de dezembro de 2014 – Igreja de Alcafache – Invocação de São Vicente

=> 03 de novembro de 2014 – Casa do Canedo

=> 15 de outubro de 2014 – Casa dos Faro, ou da Portelada, ou de Santa Quitéria – Santo Amaro de Azurara

=> 01 de outubro de 2014 – Ponte Romana do Tinto

=> 15 de setembro de 2014 – As Poldras da Ribeira de Ludares, em Germil

=> 01 de setembro de 2014 – Fonte de Gandufe

=> 01 de agosto de 2014 – Património Industrial… memórias de paisagens

=> 15 de julho de 2014 – Vias antigas… passagens actuais

=> 01 de julho de 2014 – Igreja Paroquial de São Salvador de Travanca de Tavares

=> 16 de junho de 2014 – Memórias de outros tempos…

=> 02 de junho de 2014 – Casa de Pedro Álvares Cabral

=> 02 de maio de 2014 –  Presenças barrocas na arquitetura

=> 15 de abril de 2014 –  As materialidades das identidades

=> 17 de março de 2014 –  Forno de pão…símbolo de formas de vida passadas

=> 03 de março de 2014 –  Orca dos Padrões… sepulcros d’ outrora

=> 17 de fevereiro de 2014 –  São Pedro de Espinho

=> 03 de fevereiro de 2014 –  O passadiço…ou as casas de passadiços

=> 15 de janeiro de 2014 – A Janela Manuelina de Canelas

=> 02 de janeiro de 2014 – Solar de Almeidinha

 

=> 16 de dezembro de 2013 – Igreja de Nª Srª de Assunção da Vila de Chãs de Tavares

=> 02 de dezembro de 2013 – A Torre do Relógio Velho

=> 15 de novembro de 2013 – A Ermida de Nª Srª de Cervães

=> 01 de novembro de 2013 – Elementos Perdidos…

=> 15 de outubro de 2013 – Pelourinho de Abrunhosa-a-Velha

=> 16 de setembro de 2013 – Casa “entrincheirada” de Terras de Tavares

=> 02 de setembro de 2013 – Arquitetura quinhentista de Abrunhosa-a-Velha

=> 16 de agosto de 2013 – Retábulo de São Lourenço, Tibaldinho

=> 1 de agosto de 2013 – Nora…tecnologia abandonada

=> 1 de julho de 2013 – Colégio de São José

=> 17 de junho de 2013 – Palácio dos Condes

=> 03 de junho de 2013 – A medieval Torre de Gandufe…

=> 15 de maio de 2013 – Capela do Senhor do Calvário – Abrunhosa do Mato

=> 02 de maio de 2013 – Poldras… travessias milenares

=> 15 de abril de 2013 – Igreja Misericórdia

=> 01 de abril de 2013 – Prensa Manual…Património Industrial

=> 15 de março de 2013 – Casa de Mansarda

=> 01 de março de 2013 – Sepultura da Peliteira

=> 15 de fevereiro de 2013 – Espigueiro de Fornos de Maceira Dão

=> 01 de fevereiro de 2013 – Pelourinho de Chãs de Tavares

=> 15 de janeiro 2013 – Igreja de São Julião, Matriz de Mangualde

=> 02 de janeiro de 2013 – Cineteatro de Mangualde

 

=> 17 de dezembro 2012 – Casa dos Albuquerques, na cidade de Mangualde

=> 3 de dezembro 2012 – Alminhas, testemunho de fé popular

=> 15 de novembro de 2012 – Estelas Funerárias de Abrunhosa do Mato

=> 02 de novembro de 2012 – O Real Mosteiro de Santa Maria de Maceira Dão

=> 15 de outubro de 2012 – Adelino Amaral, Armazém de Lanifícios

=> 01 de outubro de 2012 – Citânia da Raposeira

=> 17 de setembro de 2012 -Vila Romana dos Barreiros

=> 03 de setembro de 2012 – Villa Gloria

=> 16 de agosto de 2012 – Abrigo de pastor

=> 01 de agosto de 2012 – Igreja de Nossa Senhora do Castelo

=> 16 de julho 2012 – Fabrico artesanal do queijo

=> 02 de julho 2012 – Reservatório de água de Espinho

=> 15 de julho 2012 – Dólmen de Cunha Baixa

=> 1 de julho 2012 – Capela da Nª Sr.ª do Desterro ou Capela do Rebelo